"Bem-aventurada a que creu, porque serão cumpridas as palavras que lhe foram ditas da parte do Senhor" Lc. 1.45.

Cuidando do nosso CORAÇÃO


Quando não temos hábitos saudáveis em nossa vida, podemos causar sérios problemas em nosso corpo. Por exemplo, as causas mais comuns de um ataque cardíaco são o estresse, pressão alta, comidas gordurosas, cigarro, e falta de exercícios. Ao eliminar esses comportamentos que fazem mal e que podem bloquear nossas artérias, podemos melhorar a saúde e prevenir um ataque do coração. Resumindo: o melhor remédio é a prevenção.

E o mesmo acontece na nossa vida espiritual! A nossa alma pode estar bem ou mal, dependendo de como nos comportamos. Se não abandonarmos os hábitos ruins (pecados), eles irão bloquear as "artérias do nosso coração" e consequentemente, nos afastar de Deus. A Bíblia diz:

Cuidado, irmãos, para que nenhum de vocês tenha coração perverso e incrédulo, que se afaste do Deus vivo. Pelo contrário, encorajem-se uns aos outros todos os dias, durante o tempo que se chama "hoje", de modo que nenhum de vocês seja endurecido pelo engano do pecado, pois passamos a ser participantes de Cristo, desde que, de fato, nos apeguemos até o fim à confiança que tivemos no princípio" (Hebreus 3:12-14).

Devemos proteger muito bem o nosso coração, pois é nele que conservamos a nossa fé. Provérbios 4:23 diz: "Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o teu coração, porque dele procedem as fontes da vida." Satanás sabe disso e fará de tudo para atacá-lo, usando pessoas para nos ferirem com palavras, tentações para pecarmos e situações diversas para nos afastarmos do Deus vivo. Ele lançará sementes malignas na esperança de que alguma delas venha brotar em nosso coração. Veja:

"Esforcem-se para viver em paz com todos e para serem santos; sem santidade ninguém verá o Senhor. Cuidem que ninguém se exclua da graça de Deus. Que nenhuma raiz de amargura brote e cause perturbação, contaminando a muitos" (Hebreus 12:14,15).

A falta de santidade nos impede de ver o agir de Deus na nossa vida, e a raiz de amargura nos impede de receber a Sua graça. Quando ela brota no coração, traz inquietação e começa a levar "veneno" para as outras pessoas. A raiz de amargura surge quando não perdoamos os irmãos, quando não confessamos pecados para Deus, quando criamos intrigas na família e quando ficamos com o coração abatido e infeliz diante das lutas etc.

Todos esses hábitos não saudáveis nos faz perder a chama do primeiro amor e a presença do Espírito Santo é substituída por uma religiosidade vazia. Passamos a viver de forma superficial e a frieza começa a fazer parte do nosso dia a dia. Somos enganados por pensar que continuamos vivos, quando, na verdade, estamos apenas existindo.

Não fomos criados para viver dessa maneira! Jesus morreu para que pudéssemos ter um relacionamento íntimo com Deus e não podemos nos contentar com uma vida derrotada. Ele disse: 

"...Eu vim para que tenham vida, e a tenham com abundância" (João 10:10).

Se você deseja melhorar sua vida espiritual, reflita abaixo sobre alguns hábitos ruins que muitas vezes praticamos sem saber, mas que prejudicam e podem nos levar a um "infarto espiritual":

"Quem tem os meus mandamentos e lhes obedece, esse é o que me ama. Aquele que me ama será amado por meu Pai, e eu também o amarei e me revelarei a ele" (João 14:21).
Quando deixamos de lado a oração e leitura da Bíblia, nós esfriamos na fé. O tempo devocional passa a ser cada vez menor, até ficarmos dias, semanas ou meses sem buscarmos a Deus.

. Quando aprendemos a Palavra de Deus, mas não a aplicamos na vida diária. Tudo se torna apenas conhecimento, mas não é vivenciado.

. Quando nossos pensamentos sobre a eternidade e o desejo por coisas espirituais deixam de ser algo comum em nossa vida.

. Quando os cultos da igreja se tornam chatos. Quando não temos alegria em ir à igreja e fazer a obra de Deus se torna um fardo.

. Quando começamos a fugir das conversas espirituais e ficamos constrangidos ao ouvir alguém pregar ou falar seriamente sobre o Evangelho de Jesus.

. Quando começamos a distorcer a Palavra de Deus e inventamos desculpas para defender os nossos pecados.

. Quando damos prioridade ao lazer e entretenimento, e deixamos as coisas espirituais em segundo, terceiro, quarto plano.

. Quando tentamos convencer os outros de que o nosso erro está certo e não é tão grave assim.

Quando assistimos programas de TV imorais, sites impróprios e lemos livros com pensamentos mundanos, achando que isso não irá nos prejudicar.

Então, para não sofrermos um "infarto espiritual", temos que trocar o mais rápido possível, esses hábitos ruins por outros que nos ofereçam saúde e vida em abundância, como a oração, jejum, comunhão, adoração e leitura da Palavra... Enfim, tudo o que traga comunhão com Deus. O profeta Isaías não era cardiologista, mas sabia muito bem o que era bom para as nossas "artérias espirituais". Veja:

"Busquem o Senhor enquanto se pode achá-lo; clamem por ele enquanto está perto. Que o ímpio abandone seu caminho, e o homem mau, os seus pensamentos. Volte-se ele para o Senhor, que terá misericórdia dele; volte-se para o nosso Deus, pois ele perdoará de bom grado.’Pois os meus pensamentos não são os pensamentos de vocês, nem os seus caminhos são os meus caminhos’, declara o Senhor. ‘Assim como os céus são mais altos do que a terra, também os meus caminhos são mais altos do que os seus caminhos e os meus pensamentos mais altos do que os seus pensamentos’" (Isaías 55:6-9).

Nenhum comentário:

 
TOPO
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios