"Bem-aventurada a que creu, porque serão cumpridas as palavras que lhe foram ditas da parte do Senhor" Lc. 1.45.

Palavras de Cura


... A língua do sábio traz a cura.” – Provérbios 12:18 

Matthew Henry descreve a graça como “o sal que tempera as nossas palavras e impede que elas se estraguem”. O sal tem dois propósitos principais: ele preserva, e acrescenta sabor. Portanto, quando a Bíblia diz que as suas palavras devem ser “temperadas com sal” (Cl 4:6), ela quer dizer que devem preservar e não estragar, ter sempre bom gosto e promover o bem-estar. O apóstolo Tiago disse: “Não se pode tirar água doce de uma fonte salgada” (Tg 3:12 ), em outras palavras, você não pode fingir o que está no seu coração. 

Não é apenas uma questão de aprender a dizer as coisas certas; trata-se de ter a atitude certa, porque o que você diz reflete “as coisas que estão no seu coração” (Mt 12:34 ). Salomão diz: “Há palavras que ferem como espada, mas a língua do sábio traz a cura” (Pv 12:18 ).

Se você não tomar cuidado, pode acabar criando problemas para si mesmo e para as pessoas que o cercam em função de suas palavras. Um mestre da Bíblia disse: “Temos a capacidade de dizer palavras de fé, o que faz com que milagres se manifestem... 

A fé é uma lei e nós a colocamos em ação com as nossas palavras, seja em nosso benefício ou para a nossa destruição... ‘A língua do sábio traz a cura’. Poderíamos inverter isso e dizer: ‘A língua do tolo gera doenças’. 

A escolha é sua; você pode alinhar sua boca e o seu coração com o que o diabo lhe diz, ou pode agir com fé alinhando-os com a Palavra de Deus, apontando para as Suas bênçãos. A fé opera quando cremos e dizemos o que Deus diz.” Então comece a proferir palavras de cura.

Inspiração: "A palavra para Hoje"

Nenhum comentário:

 
TOPO
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios