"Bem-aventurada a que creu, porque serão cumpridas as palavras que lhe foram ditas da parte do Senhor" Lc. 1.45.

O Apedrejamento de Sakineh

Iraniana Sakineh leva 99 chibatadas por causa de uma fotografia

Esse texto chamou-me a atenção na segunda-feira pelo site R7 e hoje li no Uol, essa noticia:

"Irã suspende condenação à morte por apedrejamento de Sakineh

O Irã suspendeu nesta quarta-feira (8) a condenação à morte por apedrejamento de Sakineh Mohammadi Ashtiani, que era acusada de adultério e de colaborar no assassinato de seu marido, segundo fontes oficiais apresentadas pela televisão estatal iraniana Press TV. "O veredicto sobre o caso extramarital foi suspenso e está sendo revisto", disse Ramin Mehmanparast, porta-voz do Ministério de Relações Exteriores do Irã.

A viúva Sakineh Ashtiani, 43, mãe de dois filhos, foi condenada à morte por apedrejamento no Irã sob acusação de ter mantido “relações ilícitas”. O caso ganhou repercussão internacional e as autoridades iranianas responderam às críticas dizendo que a mulher também foi condenada por envolvimento no assassinato do marido.

Em 29 de agosto, o escritório dos Direitos Humanos do Poder Judiciário iraniano informou, em comunicado, que a sentença de morte de Sakineh estava encerrada. Mas ainda havia um ação pendente no Departamento de Direitos Humanos. Recentemente, houve informações que a viúva foi condenada, em outra ação, a receber 99 chibatadas por ter tido uma fotografia, em que aparece sem o véu islâmico, publicada no jornal inglês "The Times".

Segundo a lei islâmica, uma mulher condenada ao apedrejamento deve ser enterrada até o tórax, com os braços imobilizados, e receber pedradas até a morte.

Ontem (7), o Irã afirmou que o tema do apedrejamento não é problema dos direitos humanos. "Países estrangeiros não devem interferir no sistema legal do Irã e devem parar de tentar converter o caso de uma mulher condenada à morte por apedrejamento por ter cometido adultério em problema de direitos humanos", disse Teerã.

Nas condenações por apedrejamento no Irã, as mulheres são enterradas até o busto e homens atiram pedras pequenas o bastante para não matar rapidamente. No caso dos homens, eles são enterrados até a cintura, com os braços livres para que possam se defender. "

É dificil acreditar que no ano de 2010, com tudo que estamos presenciando na sociedade ocidental,isso venha ainda acontecer. Parece filme!

Creio, que como eu, vocês ao lerem essas noticias, pensaram logo na história bíblica da mulher apanhada em adulterio, relatada em João 8.." Os escribas e Fariseus trouxeram à sua presença uma presença uma mulher surpreendida em adultério e, fazendo-a ficar de pé no meio de todos, disseram a Jesus: Mestre, esta mulher foi apanhada em flagrante adultério.

E na lei nos mandou Moisés que tais mulheres sejam apedrejadas; tu, pois, que dizes?

Isto diziam eles tentando-o, para terem de que o acusar.
Mas Jesus, inclinando-se, escrevia na terra com o dedo.

Como insistissem na pergunta, Jesus se levantou e lhes disse: Aquele que dentre vós estiver sem pecado seja o primeiro que lhe atire a pedra.

E
, tornando a inclinar-se, continuou a escrever no chão.

Mas, ouvindo eles esta resposta e acusados pela própria consciência, foram-se retirando um por um, a começar pelos mais velhos até aos últimos, ficando só Jesus e a mulher no meio onde estava. Erguendo-se Jesus e não vendo a ninguém mais além da mulher, perguntou-lhe: Mulher, onde estão aqueles teus acusadores? Ninguém te condenou? Respondeu ela: Ninguém, Senhor! Então, lhe disse Jesus: Nem eu tampouco te condeno; vai e não peques mais.” ( João 8:1-11).

Parece-me surpreendente que um Deus tão santo pode abaixar-se tanto e tocar um mundo ferido. A mulher adultera foi arrastada pelas ruas de Jerusalem até onde se achava o Rabino. O corpo fora machucado pelas mãos de homens cheios de justiça propria, que se julgavam juizes da sua decadência . Eles a puxavam e empurravam enquanto enquanto chorava cheia de vergonha e desespero. Haviam plnejado apedrejá-la,zombar de sua vergonha e exibir em público sua fraqueza pessoal.

Para espanto deles, Jesus não os acompanhou no linchamento da mulher. Em vez disso, pareceu indiferente a tudo que acontecia a sua volta. As escrituras diz que se abaixou e começou a escrever na terra com o dedo. Esse ato de baixar-se fascina minha mente. Que alguém tão superior pudesse curva-se tanto.

Não pretento saber porque ele escrevia. Não tenho certeza de que aquilo que escreveu fose importante. O que é mais importante que eu saiba é que Deus pode baixar-se até o meu nível e escrever em minha vida. É importante para mim dizer-lhe que existem alguns entre nós cujos defeitos e passado manchado fariam com que fossem apedrejados e atacados, todavia, de alguma forma, a graça e a misericórdia infinitas de Deus nos abraçam. Diante de nossos maiores acusadores, Ele tem a capacidade de olhar para além das nossas faltas e ver nossas necessidades.

Quem não amaria um Deus assim ? Quem não lavaria seus pés com lágrimas ? Quem não levantaria as mãos na sua presença? A mulher precisa saber que há um Deus que conhece seus mais negros e profundos segredos,e mesmo assim, tem compaixão dela.

Que mulher não tremeria diante de um Deus que assuma a tarefa de defende-la e colocar-se entre ela e seus atacantes? Querida amiga Ele pode detr as pedras que deveriam ser atiradas em você. Uma palavra dele lhe dá a segunda oportunidade de que precisa para ter sucesso.

As mulheres parecem possuir uma capacidade especial de tocar o coração de Deus. Numa época, que os homens sequer podiam falar com uma mulher em público, Jesus, tinha compaixão e não apenas falava ,como também tocava e através do seu toque, a mulher era transfomada.

Meu desejo, querida amiga, é que esse toque restaurador estejam sempre em nossas vidas.

6 comentários:

Adriana disse...

Olá,

Vim conhecer seu espaço, gostei e sei que serei edificada.
Quanto a barbaridade descrita no texto, é pior do que imaginamos pois existem 23 mulheres e 6 homossexuais na "fila de espera" para o apedrejamento e afins.
Vc tem toda a razão quando fala do toque de Jesus, só o evangelho pode mudar estes conceitos arbitrários.

Fique na Paz

Elkinha disse...

Obrigada! Adorei o seu blog tbm!
Muito artigo interessante!
Já conhece o site da Campanha Quebrando o Silêncio?
http://www.quebrandoosilencio.org
Entra lá e participa, seja um dos seguidores!
Já estou seguindo o seu blog!

Josué disse...

belo blog, parabéns!

Mas na verdade agora não estou passando para opinar sobre suas postagens, mas deixar o convite para se possivel dar uma olhada no meu blog, criado recentemente...o blog é novo, e eu conto com sua participação.

Obrigado pela atenção e muita paz.

Segue as essências/

www.verdade87.blogspot.com

disse...

Olá minha amiga, infelizmente ainda existe estes atos, aqui no ocidente existe também apedrejamento minha amiga, mas apedrejamento mental, muitas mulheres sofrem dentro de suas casas este tipo de apedrejamento e seus gritos são sufocados, ou seja ninguém sabe o que esta acontecendo, infelizmente ainda existe e bem pertinho de nós. Paz minha minha querida . Amei seu blog.

Tatiana Bonotto Cake Designer disse...

Querida, seguidora e futura seguidora enfim amiga....estou passando aqui divulgar meu sorteio.
Estou sorteando um BOLO CENOGRAFICO infantil, gostaria que participasse ou se puder divulgue.

Agradeço desde já o carinho e atenção.

Bjs
www.tatidesignercake.blogspot.com

Pattyjapan disse...

que benção esse blog,já to seguindo paz

 
TOPO
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios